A Maçonaria Regular pauta-se pelo estrito cumprimento das 12 Regras da Regularidade.

A criação, organização e funcionamento de Lojas e Grandes Lojas ou Grandes Orientes regulares devem também obedecer a estritos princípios, que preservem o acervo adquirido pelo contínuo cumprimento de regras, tradições e práticas, que mergulham as suas raízes na Maçonaria Operativa dos construtores em pedra e que constituem os fundamentos do trabalho de aperfeiçoamento moral e espiritual buscado pela Maçonaria Especulativa dos tempos atuais.

Só maçons regulares são admitidos em reuniões formais de Lojas regulares. Só Lojas constituídas, consagradas e funcionando no total respeito das regras da Regularidade podem enquadrar maçons regulares. Só Grandes Lojas ou Grandes Orientes que cumpram cabalmente essas regras e se enquadrem nos princípios definidos para estabelecer os critérios de reconhecimento são admitidas no concerto universal da Maçonaria Regular.

O Reconhecimento é o acto pelo qual uma Potência Maçónica declara que uma outra respeita todos os princípios e todas as regras da Maçonaria Regular. As Lojas da Potência reconhecida como regular são também reconhecidas como tal. E os obreiros dessas Lojas são admitidos ao franco e total convívio com seus Irmãos maçons regulares.

O Reconhecimento é efectuado em face da verificação de cumprimento dos princípios definidos para tal. São os Princípios para o Reconhecimento.

A Grande Loja Legal de Portugal / GLRP reconhece e é reconhecida por perto de duzentos Grandes Orientes e Grandes Lojas em todo o Mundo.

Ética

Desde sempre que a Ética está, indissoluvelmente, ligada à Maçonaria. Trata-se de um conceito estrutural, básico...

Ler mais

Comunicações do Grão-Mestre

Acompanhe as principais Comunicações do Grão-Mestre da GLLP/GLRP Júlio Meirinhos.

Homenagem a Amadeu Ferreira

Dia do Maçom 2015

holy bible